Prova de Raciocínio Analítico

Objetivos

A prova de Raciocínio Analítico objetiva testar a habilidade do participante em avaliar uma suposição, inferência ou argumento.

A suposição caracteriza-se como o ato ou o efeito de estabelecer ou alegar algo como verdadeiro por hipótese ou conjectura. A inferência é a operação intelectual por meio da qual se afirma a verdade de uma proposição em decorrência de sua ligação com outras já reconhecidas como verdadeiras. O argumento é a exposição de um raciocínio que conduz à indução ou dedução de algo.

Cada questão consiste em um pequeno enunciado seguido por cinco respostas possíveis acerca desse enunciado. A tarefa do participante é escolher a melhor dentre elas.

Os enunciados abordam diversos temas, autossuficientes em termos de sua compreensão, não requerendo do participante o conhecimento prévio do assunto tratado. Nesse sentido, o foco da questão privilegia a análise da suposição, da inferência ou do argumento contidos no contexto do enunciado, e não em conhecimentos prévios sobre o tema do enunciado.


Bibliografia sugerida

Observação: Esta bibliografia é apenas sugestiva para a aquisição de conhecimentos, desenvolvimento de habilidades e consulta durante sua PREPARAÇÃO para o TESTE ANPAD. Não garantimos que sua preparação apenas com esta bibliografia o capacite para responder todas as questões do Teste ANPAD.

ALVES, Allaor Caffe. Lógica, pensamento formal e argumentação. 5 ed. São Paulo: Quartier Latin, 2011.

CABRAL, Ana Lucia Tinoco. A força das palavras: dizer e argumentar. São Paulo: Contexto, 2010.

CITELLI, Adilson. O texto argumentativo. São Paulo: Scipione, 1994.

FERREIRA, Jane Mendes, RAMOS, Simone Cristina & SCHERNER, Maria Luiza Trevizan. Raciocínio analítico: construindo e entendendo a argumentação. São Paulo: Atlas, 2010.

ISOLA, Regina Lucia Peret. Leitura, inferências e contexto sociocultural. São Paulo: Ed. Formato, 2001.